quinta-feira, 9 de março de 2017

Quinta-feira da 1ª Semana da Quaresma


Igreja de São Lourenço de Panisperna
Gregório II estabeleceu que a estação de hoje se reunisse  na antiga Igreja de São Lourenço de Panisperna, edificada em honra do heroico Diácono, no lugar onde a tradição diz que este sofreu o martírio. Lembra hoje a Igreja pela boca de Ezequiel aos catecúmenos e aos fiéis que tudo pertence a Deus que todos nós podemos nos salvar se praticrmos a justiça eguardarmos os mandamentos do Senhor. O milagre operado em favor da cananéia é uma prova convicente de que o Senhor, enviado primeiramente aos judeus, mas por eles rejeitado, vai voltar-se para os gentios, cuja a fé começa a se revelar.

Epístola:

 Leitura do Profeta Ezequiel: (18, 1-9): A palavra do Senhor foi-me dirigida nestes termos: por que repetis continuamente esse provérbio entre os israelitas: os pais comeram uvas verdes, mas são os dentes dos filhos que ficam embotados? Por minha vida - oráculo do Senhor Javé -, não tereis mais ocasião de repetir esse provérbio em Israel. É a mim que pertencem as vidas, a vida do pai e a vida do filho. Ora, é o culpado que morrerá. O homem justo - que procede segundo o direito e a eqüidade, que não participa dos festins das montanhas, que não volve os olhos para os ídolos da casa de Israel, que não desonra a mulher do próximo, e não tem relação com uma mulher durante o tempo de sua impureza, que não oprime ninguém, que restitui o penhor ao seu devedor, que não exerce a rapina, que dá seu pão aos famintos, e cobre com vestimenta o que está nu, que não empresta à taxa usurária e não recebe com juros, que afasta a sua mão da iniqüidade, e julga eqüitativamente entre um homem e outro, que segue os meus preceitos e observa as minhas leis, para proceder com retidão - esse homem é um justo: certamente viverá. Oráculo do Senhor Javé.




Evangelho do dia:

Continuação do Santo Evangelho segundo São Mateus: (15,21-28): Jesus partiu dali e retirou-se para os arredores de Tiro e Sidônia. E eis que uma cananéia, originária daquela terra, gritava: Senhor, filho de Davi, tem piedade de mim! Minha filha está cruelmente atormentada por um demônio. Jesus não lhe respondeu palavra alguma. Seus discípulos vieram a ele e lhe disseram com insistência: Despede-a, ela nos persegue com seus gritos. Jesus respondeu-lhes: Não fui enviado senão às ovelhas perdidas da casa de Israel. Mas aquela mulher veio prostrar-se diante dele, dizendo: Senhor, ajuda-me! Jesus respondeu-lhe: Não convém jogar aos cachorrinhos o pão dos filhos. Certamente, Senhor, replicou-lhe ela; mas os cachorrinhos ao menos comem as migalhas que caem da mesa de seus donos... Disse-lhe, então, Jesus: Ó mulher, grande é tua fé! Seja-te feito como desejas. E na mesma hora sua filha ficou curada.



* As leituras são retiradas do site "Bíblia Católica Online"

Lefebvre, Dom Gaspar. Missal Quotidiano e Vesperal. Bruges, Bélgica; Abadia de S. André, 1960.

Nenhum comentário: