Postagens

Qual o motivo de ser quatro domingos?
Como vimos, no início da Igreja, o tempo do advento variou muito, entre três até mesmo seis domingos. Com o passar do tempo, a Igreja aperfeiçoou este período consagrando-lhe quatro domingos. Os quatro domingos foram definidos em comparação ao período bíblico de 4 mil anos, em que a humanidade teria aguardado a chegada do salvador, desde o pecado dos nossos primeiros pais.
O primeiro, o segundo e o quarto domingo são de cor roxa, em referência a prática da penitência, sendo, portanto, um período de penitência e oração. O terceiro domingo de cor rosa, nos faz referência a uma alegria momentânea e passageira, que se deu no anuncio do salvador a Virgem Maria. Não estamos ainda na alegria definitiva do nascimento do salvador, mas de uma expectativa, que nos alegra e nos faz provar antecipadamente a felicidade deste grande mistério que nos aguarda.
Espiritualidade e teologia do advento
A teologia e espiritualidade do advento nos faz refletir sobre a primei…

III Domingo do Advento: "Eu sou, diz João Batista, a voz que clama no deserto: Endireitai os caminhos do Senhor". (Ev.)

17 DE DEZEMBRO - ANTÍFONAS MAIORES

Liturgia Católica: O tempo do Advento (Parte II)

13 de Dezembro - Santa Luzia (Lúcia), Virgem e Mártir

12 DE DEZEMBRO - NOSSA SENHORA DE GUADALUPE, PADROEIRA DA AMÉRICA LATINA

11 de Dezembro - São Dâmaso, Papa e Confessor

II Domingo do Advento: "João enviou dois de seus discípulos a dizer-lhe: És tu aquele que há de vir ou devemos esperar outro" (Ev.)

8 DE DEZEMBRO - SOLENIDADE DA IMACULADA CONCEIÇÃO DE NOSSA SENHORA (FESTA DE PRECEITO)

06 de Dezembro - São Nicolau, Bispo e Conferssor

04 de Dezembro - Santa Bárbara, Virgem e Mártir

I Domingo do Advento: "Vede a figueira e todas as árvores: quando começam a desabrochar, conheceis que está perto o verão". (Ev.)

Teologia Ascética e Mística: Disposições Necessárias para bem receber os sacramentos