Catecismo Romano: Revisão da primeira parte do Catecismo (O Credo) VII

CAPÍTULO XI
Do décimo artigo do Credo
Alguns dias depois, Jesus entrou novamente em Cafarnaum, e
souberam que ele estava em casa. Reuniu-se tanta gente que nem mesmo
em frente à porta havia lugar para todos. E Jesus lhes anunciava a palavra.
Trouxeram-lhe um paralítico, carregado por quatro homens. Como
não podiam levá-lo até Jesus, por causa da multidão, descobriram o teto
no lugar em que ele se achava, e pela abertura desceram a maca em que
estava deitado o paralítico. Ao ver a fé deles, Jesus disse ao paralítico:
Filho, os teus pecados estão perdoados . Ora, estavam sentadosali alguns
escribas, pensando consigo mesmos: Como estehomem pode falar assim?
Ele blasfema! Quem pode perdoar pecados senão só Deus? Mas Jesus
percebeu logo em seu espírito os pensamentos deles e disse: Por que estais
pensando assim? a O que é mais fácil dizer ao paralítico: teuspecados
estão perdoados ou dizer: levanta-te, toma a tua maca e anda? Pois
bem, para que saibaisque o Filho do homem * tem na terra poder de perdoar
os pecados disse ao paralítico eu te digo: levanta-te, toma a tua
maca e vai para casa . Ele se levantou, pegou logo a sua maca e saiu à
vista de todos. Todos se espantaram e se puseram a louvar a Deus, dizendo:
Nunca vimoscoisa igual!

Mar 2, 1-12

234) Que nos ensina o décimo artigo do Credo: na remissão dos pecados ?

O décimo artigo do Credo ensina-nos que JesusCristo deixou à sua Igreja o poder de perdoar os pecados.

235) Pode a Igreja perdoar toda a espécie de pecados ?

Sim, a Igreja pode perdoar todos os pecados, por numerosos e graves que sejam, porque Jesus Cristo Lhe concedeu pleno poder de ligar e desligar.

236) Quem são os que na Igreja exercem este poder de perdoar os pecados ?

Os que na Igreja exercem o poder de perdoar os pecados são, em primeiro lugar, o Papa que é o único que possui a plenitude de tal poder; depois os Bispos e, sob a dependência dos Bispos, os Sacerdotes.
237) Como perdoa a Igreja os pecados ?

A Igreja perdoa os pecados pelosmerecimentos de JesusCristo, administrando os Sacramentos por Ele instituídos para esse fim, especialmente o Batismo e a Penitência.

CAPÍTULO XII
Do undécimo artigo do Credo
No dia seguinte, isto é, depois da sexta-feira, os sumos sacerdotes
e os fariseus foram a Pilatos e disseram: Senhor, lembramo-nos de
que aquele impostor disse em vida: Depois de três dias ressuscitarei .
Manda, pois, guardar o sepulcro até o terceiro dia para não acontecer que
os seus discípulos venham roubar o corpo e digam ao povo: Ele ressuscitou
dosmortos. E esta última impostura será pior do que a primeira . Pilatos
lhes disse: Vós tendes a guarda. Ide e guardai-o como bem entendeis
. Elesforam e puseram guarda ao sepulcro depoisdeselarem a pedra.
Passado o sábado, ao amanhecer do primeiro dia da semana, Maria
Madalena e a outra Maria foram ver o sepulcro. Subitamente houve
um grande terremoto, pois um anjo do Senhor desceu do céu, aproximou-
se, rolou a pedra do sepulcro e sentou-se nela. O seu aspecto era como
o de um relâmpago e sua veste, branca como a neve. Paralisados de
medo, osguardas ficaram como mortos. O anjo, dirigindo-se àsmulheres,
disse: Não tenhaismedo. Sei que procurais Jesus, o crucificado. Ele não
está aqui! Ressuscitou conforme tinha dito. Vinde ver o lugar onde estava.
Ide logo dizer a seus discípulos que ele ressuscitou dos mortos e que
vai à frente de vós para a Galiléia. Lá o vereis. Eiso queeu tinha a dizer .
Jesus aparece às mulheres. Afastando-se logo do túmulo, cheias
de temor e grande alegria, correram para dar a notícia aos discípulos. De
repente, Jesus saiu ao encontro delas e disse-lhes: Salve! Elas se aproximaram,
abraçaram-lhe os pés e se prostraram diante dele. Disse-lhes então
Jesus: Não tenhaismedo! Ide dizer ameus irmãos que
se dirijam à Galiléia
elámeverão .

Mt 27, 62-65; 28, 1-10.

238) Que nos ensina o undécimo artigo do Credo: na ressurreição da carne?

O undécimo artigo do Credo ensina-nos que todos os homens hão de ressuscitar, retomando cada alma o corpo que teve nesta vida.

239) Como se fará a ressurreição dos mortos?

A ressurreição dos mortos realizar-se-á por virtude de Deus Onipotente, a Quem nada é impossível.

240) Quando será a ressurreição dos mortos?

A ressurreição de todos os mortos será no fim do inundo, e depois seguir-se-á o Juízo universal.
241) Por que quer Deus a ressurreição dos corpos?

Deus quer a ressurreição dos corpos para que a nossa alma, tendo feito o bem ou o final unida ao corpo, receba juntamente com ele o prêmio ou o castigo.

242) Ressuscitarão os homens, todos da mesma maneira?

Não. Haverá enorme diferença entre os corpos dos eleitos e os corpos dos condenados; porque somente os corpos dos eleitos terão, à semelhança de JesusCristo ressuscitado, os dotes dos corpos gloriosos.

243) Quais são estes dotes que adornarão os corpos dos bem-aventurados?

Os dotes que adornarão os corpos gloriosos dos bem-aventurados são: 1º a impossibilidade, pela qual eles não mais poderão estar sujeitos a males, nem dores de espécie alguma, nem às necessidades de alimento, de repouso e de qualquer outra coisa;

2º a claridade, pela qual eles resplandecerão como o sol e as estrelas;

3º a agilidade, pela qual eles poderão passar num momento sem fadiga, de um lugar para outro e da terra ao Céu;

4º a sutileza, pela qual elespoderão, sem obstáculo, passar atravésde qualquer corpo, como fez Jesus Cristo ressuscitado.

244) Como serão os corpos dos condenados?

Os corpos dos condenados serão destituídos dos dotes dos corpos gloriosos dos bem-aventurados, e trarão o horrível estigma da reprovação eterna.


(Fonte: Terceiro Catecismo da doutrina cristã - São Pio X)

Comentários