terça-feira, 29 de maio de 2012

TERÇA-FEIRA DE PENTECOSTES

Elias, O Profeta

"O dom do conselho é uma luz do Espírito Santo pelo qual a inteligência prática vê e julga, nos casos particulares, o que se deve fazer e os meios convenientes a empregar" (Pe. Meschler).

A Igreja continua a dirigir-se aos novos filhos que de a luz da graças do batismo, reunindo-os hoje a todos no santuário de Santa Anastácia. O perdão dos pecados, a participação do "Pão dos Anjos" e "Sagrados mistérios da Eucaristia", a presença e o auxílio do Espírito Santo, a confirmação que os revestiu da força e do alto e os defende continuamente das tramas do inimigo são tesouros preciosos, invocados na missa de hoje. O Evangelho diz tudo numa só palavra: entram no aprisco e são agora ovelhas do Bom Pastor, que veio, "para que as ovelhas encontrem a vida e a encontrem superabundante".

Epístola

Leitura dos Atos dos Apóstolos (8, 14-17 ): Naquele tempo: Os apóstolos que se achavam em Jerusalém, tendo ouvido que a Samaria recebera a palavra de Deus, enviaram-lhe Pedro e João. Estes, assim que chegaram, fizeram oração pelos novos fiéis, a fim de receberem o Espírito Santo, visto que não havia descido ainda sobre nenhum deles, mas tinham sido somente batizados em nome do Senhor Jesus. Então os dois apóstolos lhes impuseram as mãos e receberam o Espírito Santo.

Continuação do Santo Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo Segundo São João: Naquele tempo:
Em verdade, em verdade vos digo: quem não entra pela porta no aprisco das ovelhas, mas sobe por outra parte, é ladrão e salteador.
Mas quem entra pela porta é o pastor das ovelhas.
A este o porteiro abre, e as ovelhas ouvem a sua voz. Ele chama as ovelhas pelo nome e as conduz à pastagem.
Depois de conduzir todas as suas ovelhas para fora, vai adiante delas; e as ovelhas seguem-no, pois lhe conhecem a voz.
Mas não seguem o estranho; antes fogem dele, porque não conhecem a voz dos estranhos.
Jesus disse-lhes essa parábola, mas não entendiam do que ele queria falar.
Jesus tornou a dizer-lhes: Em verdade, em verdade vos digo: eu sou a porta das ovelhas.
Todos quantos vieram antes de mim foram ladrões e salteadores, mas as ovelhas não os ouviram.
Eu sou a porta. Se alguém entrar por mim será salvo; tanto entrará como sairá e encontrará pastagem.
O ladrão não vem senão para furtar, matar e destruir. Eu vim para que as ovelhas tenham vida e para que a tenham em abundância.


Lefebvre, Dom Gaspar. Missal Quotidiano e Vesperal. Bruges, Bélgica; Abadia de S. André, 1960

Nenhum comentário: