quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Catecismo Romano: Da Parte dos Sacramentos – O Batismo (Parte III)

Definição Real: Como definição real, poderíamos citar muitas que nos antolham nos escritores eclesiásticos. Entretanto, a mais justa e mais apropriada parece ser aquela que se deduz das palavras de Nosso Senhor no Evangelho de São João, e do que disse o Apóstolo na Epístola aos Efésios.

Nosso Senhor declarou: "Quem não nascer da água e do Espírito Santo, não pode entrar no Reino de Deus" (Jo 3,5). E o Apóstolo falando a igreja diz que Cristo "a purificou pela ablução da água na palavra" (Efésios 5,26).

Pelo sentido destas passagens, podemos definir, com acertos e brevidade, que o Batismo é um Sacramento de regeneração pela palavra na água".

Por natureza, nascemos de Adão como filhos da Ira (Efésios 5,6), mas o Batismo nos faz renascer em Cristo como filhos da misericórdia. Pois, (Cristo) deu aos homens o "poder de se tornarem filhos de Deus". E aos que crêem em seu nome.; aos que não nasceram do sangue, nem do apetite da carne, nem do desejo do varão, mas que nasceram de Deus (Jo 1,12ss).

Elementos constitutivos do Batismo - Afinal, quaisquer que sejam as expressões escolhidas para explicar a natureza do Batismo, devemos todavia ensinar ao povo que este sacramento se costuma por meio de uma ablução, durante na qual é necessário pronunciar certas palavras sagradas, consoantes as determinações de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Esta sempre foi a doutrina dos santos padres. Santo Agostinho exprimiu-a numa fórmula cristalina: "Unindo-se a palavra ao elemento, daí nasce o sacramento".

Convém, pois, explanar este ponto com mais insistência, para que os fiéis não caiam no erro de considerar, como Sacramento, a própria água que se conserva, na pia sagrada, para a administração do batismo. Sem embargos, essa opinião é muito comum entre o povo.

Só então podemos afirmar que se opera o Sacramento do Batismo, quando realmente usamos água para ablução de alguém, e (ao mesmo tempo) acrescentamos as palavras instituídas por Nosso Senhor.

Já de início, quando se tratava dos Sacramentos em geral, dissemos que cada um deles se compõe de matéria e forma. Agora, portanto, deverão os pastores explicar o que constitui uma e outra no Batismo.

(Pg 225)

(Fonte: Catecismo da Igreja Católica - 1962 - Ed. Vozes)

Nenhum comentário: