sexta-feira, 18 de novembro de 2011

18 Dedicação das Basílicas de São Pedro e São Paulo em Roma




Depois de celebrar no dia 05 de Agosto a dedicação de Santa Maria Maior, e no dia 29 de Setembro, a dedicação de São Miguel, a 09 de Novembro a de São João do Latrão e finalmente no final do ano litúrgico, todas as catedrais e dioceses comemoram a dedicação das Basílicas de São Pedro e São Paulo. Todos estes aniversários ocorrem no tempo depois de pentecostes, período em que nos damos mais atenção ao refletir sobre a Igreja, dos quais estes templos são imagens vivas. A Basílica Vaticana de São Pedro e São Paulo fora dos muros, mandadas construir por Constantino no lugar onde constava ter sido o martírio dos dois apóstolos, cede importância apenas a São João do L atrão. São Pedro eleva-se no lugar do circo de Nero e guarda debaixo do altar-mor os restos do chefe da Igreja. É o centro do Cristianismo. Já notável no século IV, foi ampliada mais tarde e finalmente reconstruída no século XVI. Júlio II e Leão X convocaram os mais talentosos artistas do renascimento, e da inspiração de Bramante e Miguel Ângelo saiu a Igreja mais vasta e mais rica do Universo. Foi consagrada por Urbano VIII no dia 18 de novembro de 1626. A Basílica de São Paulo fica no extremo oposto da cidade. Tendo sido completamente destruída no incêndio de 1823, foi reconstruída a mando dos Pontífices Gregório XVI e Pio IX. Este último Pontífice consagrou-a no dia 10 de Dezembro de 1854 e reuniu o aniversário das duas dedicações sob a data primitiva de 18 de Novembro.


Lefebvre, Dom Gaspar. Missal Quotidiano e Vesperal. Bruges, Bélgica; Abadia de S. André, 1960

Nenhum comentário: