Perseguição Cristã no Brasil por motivos ideológicos ultrapassados: O Comunismo infestando a república brasileira com seus falsos ideais de "igualdade"

Liminar garante transmissão na TV Brasil

Assessoria jurídica da Arquidiocese do Rio de Janeiro, sob os cuidados da advogada Claudine Milione Dutra, conseguiu hoje, 20 de setembro, uma liminar junto à Justiça Federal em Brasília, para manter no ar a transmissão do programa "Santa Missa" na TV Brasil (extinta TVE).

No domingo, dia 18 de setembro, foi feita o que seria a transmissão final da Santa Missa, no ar desde 1989.

A argumentação apresentada pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC), estatal que opera a emissora, afirmava a necessidade de uma programação religiosa plural. O texto, aprovado no último dia 22 de março de 2011, conforme a Secretaria Executiva do Conselho Curador da emissora, pretendia retirar do ar dois programas católicos, "Santa Missa" e "Palavras de Vida" (no ar desde 1975), e o programa evangélico "Reencontro" (exibido desde 1972).
Para o diretor dos programas católicos, Padre Dionel Amaral, a decisão da justiça foi "uma vitória de Deus.

— Desde julho de 2010, quando foi levantada a questão, o primeiro apelo nosso foi a Deus e também a Nossa Senhora de Nazaré, recordou o Sacerdote.

Padre Dionel lembrou que desde então tem pedido aos fiéis que assistem a Santa Missa para que rezem nessa intenção.

— Ano passado, por ocasião da primeira visita de Nossa Senhora de Nazaré, durante o Círio no Rio, falei que a 'Santa Missa' estaria aberta para recebê-la no ano seguinte (e isso aconteceu no dia 4 de setembro). Se Deus quiser, ano que vem, novamente será possível receber a visita do Círio na celebração", afirmou.

A transmissão da celebração eucarística permite que pessoas impossibilitadas, seja por problemas de saúde, dificuldades de locomoção ou acesso, ou ainda privadas de liberdade, participem da missa aos domingos.

Fonte: http://www.arquidiocese.org.br/cgi/cgilua.exe/sys/start.htm?infoid=6863&sid=39

Comentários

stefan disse…
TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO-MARXISMO CULTURAL-TL/MC= SOCIALISMO/COMUNISMO S/C E SUBPRODUTOS ASSOCIADOS.
Satanás tem assestado duros golpes na Igreja Católica, desviando-lhe muitas forças vivas por meio do Marxismo Cultural/Teologia da Libertação, a TL/MC, porém não destruí-la, conf. Mt 16.18... e as portas do inferno não prevalecerão contra ela. De fato, a TL/MC é uma reinterpretação sistemática dos evangelhos sob o paradigma socialista.
Apreenderam o “Jesus histórico”, para ela um revolucionário, solidário e descartou o “Jesus transcendente”, Salvador dessa e para a vida eterna a fiéis seguidores. Sendo materialista e atéia, a TL/MC doutrina que, seguindo os ditames da cartilha socialista, será implantado nesse mundo o reino do socialismo, plenamente satisfatório. Convém notar que seu intuito de ideologizar é facilitado por alguns membros ordenados da Igreja apostasiados, alguns conhecidos, e maior parte infiltrados pela Internacional Socialista, agindo até nas altas hierarquias como ordenados a seu serviço, desde a União Soviética, ao perceberem que a Igreja era o maior obstáculo à implantação do socialismo/comunismo, com a meta de a corromper e destruir, afetando-lhe o núcleo de fé transcendente e sua credibilidade, por meio de aparentes promiscuidades gerais como sendo de seus próprios membros ordenados - um ardil.
Nessa sistemática, cristianismo é instrumentalizado à consecução desse objetivo. Nos ensinamentos, a TL/MC usa os mesmos termos eclesiais exegéticos e místicos da Igreja distorcendo-os, dando-lhes conotações políticas, sociais e econômicas, em linguagem repleta de contorcionismos literários, sem confrontação direta, enganando facilmente a quem não possuir conhecimento mais acurado das S. Escrituras, dado às semelhanças de sentido.
Todos os S. Padres penalizam com exclusão, excomunhão automática da Igreja a quem se filie à TL/MC, promova ou mesmo divulgue partidos a ela associados ou vote em candidatos admitentes de suas teorias, como aborto, eutanásia, uniões gays, glbts e tudo que contradisser à doutrina da Igreja, contida no Catecismo Católico.
Há até uma bíblia da Editora Paulus, BÍBLIA. EDIÇÃO PASTORAL dos pes. Ivo Storniolo e Euclides M. Balancin, devidamente ideologizada, adaptada aos conceitos socialistas da TL/MC, aliás - irrecomendável - para fiéis à S. Igreja; devido a certas iniciativas em curso de certos homossexualistas, brevente será possível encontrar a edição bíblica adaptada às teorias conveniências aos gays.
Porém, à verdade, a TL/MC tenciona é sutilmente destruir as estruturas ético-moral-religiosa cristãs e familiares, incitando e defendendo as diversas versões de promiscuidades gerais como sexo-novelas, festinhas rave, bailes funks, drogas, exaltação do poder gay, etc., pois em sociedade amoralizada, sem fé e nenhuma referência familiar e fragmentada por disputas entre si e de classes, facilitará a dominação por um Estado totalitário, materialista opressor, laico e ateu, (NWO/SHA).
Há um desafio de Jesus, Mestre muito exigente, inadmitindo-lhe qualquer aceitação parcial: ou O aceitamos sem reservas sendo-lhe fiéis, obteremos a vida eterna ou ao final da vida perceberemos, se não perecermos subitamente, nossa extinção pela morte e inútil existência; teremos de colher o subfruto de um tempo vivido apenas sob contingências de interesses temporais, da carne e sob a prática pessoal da maldita ideologia niilista para a eternidade. E agora...