sábado, 7 de abril de 2012

SÁBADO SANTO (TRÍDUO SANTO)




Com a reposição da Vigília Pascal a seu tempo e lugar próprio e primitivo (noite do sábado para o domingo), o Sábado Santo passou a ser, com a nova reforma, como era antigamente, dia de luto para Igreja; dia em que esta se recolhe amorosamente junto do sepulcro do seu Divino Esposo, na meditação silenciosa da sua Paixão e Morte; dia alitúrgico", privado da celebração do Sacrifício Eucarístico e distribuição de comunhão.
O desnudamento e silêncio da Igreja (silêncio apenas interrompido pelo ofício das horas canônicas) traduz um sentimento de "ausência", sentimento este, no entanto, acompanhado de uma devota e "religiosa expectação" da vitória final daquele que, com sua morte, saiu vencedor da mesma morte.

Façamos a observância do santo silêncio meditando a Paixão e Morte de Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.

Rezemos hoje especialmente pelos milhares de Cristãos que sofrem perseguição por causa de sua Fé no mundo todo, vítimas do ódio e da Cristofobia.
Lefebvre, Dom Gaspar. Missal Quotidiano e Vesperal. Bruges, Bélgica; Abadia de S. André, 1960


Nenhum comentário: