24 de Abril - São Fidelis de Sigmaringa. Mártir

Conhecido também como São Fedele de Sigmaringen

Nasceu em 15767 em Sigmaringen, Hohenzolern, Alemanha como Mark Rey. Formou-se advogado e foi professor de teologia. Quando praticou advocacia em Ensisheim, na Alsacia Superior, ele ganhou a reputação de honesto e sempre recusava a usar a linguagem vil, de ataque, usada peles seus oponentes. Seu apoio aos pobres  deram a ele o apelido de “Advogado dos Pobres”. 

Desgostoso com a corrupção e o desinteresse na justiça pelos advogados, Mark Rey abandonou a profissão, tornou-se um padre e mais tarde um frade franciscano com o seu irmão Jorge. Mudou seu nome para Fidélis e deu todos os seus bens para os pobres em geral e para os pobres seminaristas em especial.
Fidelis foi sucessivamente indicado como Superior em Rheinfelden, Friburgo e Feldkirch. Notável pregador, durante o seu último posto ele reformou a cidade, os distritos adjacentes e converteu muitos protestantes.

Ele também escreveu um livro de exercícios espirituais que foi traduzido em várias línguas.
Sua reputação crescia devido a sua devoção aos doentes e diz à tradição que durante uma epidemia, ele curou vários doentes apenas com sua benção e oração.

A pedido do Bispo de Chur, ele liderou um grupo oito frades Capuchinhos  para pregar aos Calvinistas em Crissons, na Suíça. O sucesso e a ausência de violência de sua missão foram atribuídos a Fidelis que passava noites em orações.

Tão grande era o poder de sua pregação que ele conseguiu tremendo sucesso, o que irritou os seus adversários. Eles trabalharam para que os camponeses ficassem contra Fidelis dizendo que ele era um agente do Imperador austríaco que o havia enviado para que os convencerem a não aspirarem à independência. Apesar de ser avisado de um possível atentado Fidelis passou a noite em orações ao Santíssimo Sacramento, se preparando para a morte.

Em 24 de abril de 1622 ele pregou em Cruch e depois ele foi para Sewis onde no meio de um sermão sobre “Um Senhor, uma fé e um batismo”, um protestante atirou com seu mosquete em Fidelis. A bala teria errado Fidelis, mas na confusão reinante os soldados austríacos que estava na vizinhança foram atacados. Fidelis foi cercado por protestantes que exigiram que ele renunciasse a sua fé e o santo respondeu que sua vida estava nas mãos de Deus. Apunhalado varias vezes Fidelis pedia a Deus para que o perdoassem.

Outra fonte diz que a bala assassina não o acertou, mas uma segunda bala o teria acertado. Um pastor Zwinglian que estava presente se converteu.

O corpo de São Fidelis agora repousa na Catedral de Coira.

Na arte litúrgica da Igreja, São Fidelis é mostrado com um bastão com pregos, ou 2) com São José de Leonissa; ou 3) com um anjo carregando a palma do martírio 4) as vezes a estrela da manha é mostrada em seu ícone.

Morreu em 24 de abril de 1622 em Crusch, Crissons, Suíça e foi canonizado em 1746 pelo Papa Benedito XIV.

Sua festa é celebrada no dia 24 de abril.

Comentários

Elias, O Profeta disse…
Resposta ao anônimo que perguntou: "preciso saber se existe a colônia espiritual São Fidelis me liga se souber?"

A Princípio não saberia lhe responder no momento, mas vou verificar com meus contatos para obter tal informação.

Obs. Não publiquei seu comentário, pelo fato de conter seu telefone celular. Achei que algo tão pessoal não deveria ficar em visibilidade de todos.