Santo ofício: Respostas católicas a heresia protestante: PURGATÓRIO

Objeção protestante: Os católicos acreditam na existência do purgatório, mas a Bíblia não fala dele!
Resposta: É verdade que não se encontra na Bíblia a palavra “purgatório”, como também não achamos nela as palavras de “sacramento da confissão”, da “Eucaristia” e do “Crisma”. No entanto, a Bíblia descreve duas situações, estados ou lugares que se identificam com a idéia de purgatório: “
2 Macabeus 12, 43-46. 42. "e puseram-se em oração, para implorar-lhe o perdão completo do pecado cometido. O nobre Judas falou à multidão, exortando-a a evitar qualquer transgressão, ao ver diante dos olhos o mal que havia sucedido aos que foram mortos por causa dos pecados. Em seguida, fez uma coleta, enviando a Jerusalém cerca de dez mil dracmas, para que se oferecesse um
sacrifício pelos pecados: belo e santo modo de agir, decorrente de sua crença na ressurreição, porque, se ele não julgasse que os mortos ressuscitariam, teria sido vão e supérfluo rezar por eles. Mas, se ele acreditava que uma bela recompensa aguarda os que morrem piedosamente, era esse um bom e religioso pensamento; eis por que ele pediu um sacrifício expiatório para que os mortos fossem livres de suas faltas.

Vejam: ser livre de seus pecados, depois da morte, pelo sacrifício expiatório, indica claramente a existência do purgatório.

Nas palavras de Jesus em: “
Mateus 5, 25-26
, é claro que Jesus fala do justo juízo, depois da morte. Entra em acordo sem demora com o teu adversário, enquanto estás em caminho com ele, para que não suceda que te entregue ao juiz, e o juiz te entregue ao seu ministro e sejas posto em prisão. Em verdade te digo: dali não sairás antes de teres pago o último centavo.
Assim, “sair desta prisão depois da morte”, depois de ter pago o último centavo (seja pelo sofrimento próprio, seja pelas orações e expiações dos vivos), pode acontecer só no purgatório.

Outra alusão à existência do purgatório encontramos: “
1 Coríntios 3, 12-15
. Também aqui a Tradição Apostólica entendia fogo do purgatório. Agora, se alguém edifica sobre este fundamento, com ouro, ou com prata, ou com pedras preciosas, com madeira, ou com feno, ou com palha, a obra de cada um aparecerá. O dia (do julgamento) demonstrá-lo-á. Será descoberto pelo fogo; o fogo provará o que vale o trabalho de cada um. Se a construção resistir, o construtor receberá a recompensa. Se pegar fogo, arcará com os danos. Ele será salvo, porém passando de alguma maneira através do fogo.
Entre várias testemunhas cristãs dos primeiros séculos, escreve Tertuliano: “A esposa roga pela alma de seu esposo e pede para ele refrigério, e que volte a reunir-se com ele na ressurreição; oferece sufrágios todos os dias aniversários de sua morte”. (De Monogamia, 10)
(São João 8,44)
Vós tendes como pai o demônio e quereis fazer os desejos de vosso pai. Ele era homicida desde o princípio e não permaneceu na verdade, porque a verdade não está nele. Quando diz a mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso e pai da mentira.
 
(Gálatas 1,9)
Repito aqui o que acabamos de dizer: se alguém pregar doutrina diferente da que recebestes, seja ele excomungado!

Fonte: Respostas da Bíblia às acusações dos "crentes" contra a Igreja Católica - Pe. Vecente, SDV

Comentários