3 de Outubro – Santa Teresa de Lisieux, virgem


Maria Francisca Teresa Martin nasceu em Alençon no dia 2 de Janeiro de 1873. Foi educada num seio de uma família admiravelmente cristã, e fez os primeiros estudos nas beneditinas de Lisieux. Muito criança ainda, sentiu a sedução do clausto e, à força de instâncias e súplicas, obteve licença para entrar com apenas 15 anos no Carmelo desta cidade. Queria com sua vida de imolação e sacrifício auxiliar os sacerdotes e missionários católicos. Tendo lido na Sagrada Escritura a passagem que dizia: "quem for pequenino que venha a mim" abandonou-se nas mãos de Deus com a gentileza inocente duma criança. Morreu no dia 30 de Setembro com apenas 24 anos de idade, e foi canonizada em 1925. "Quero passar o meu céu a fazer o bem na terra" disse antes de morrer, e não tem esquecido de cumprir sua promessa. O seu culto se espalhou rapidamente. A Santa Igreja declarou Santa Teresa de Lisieux padroeira das Missões.


Novena dos 24 Glória-ao-Pai:



Origem: O Rev. Padre Putigan, SJ no dia 3 de Dezembro de 1925, começou uma novena em honra de Santa Teresa do menino Jesus, pedindo a milagrosa santa uma graça importante. Nessa intenção começou a rezar, durante a novena, 24 glórias-ao-Pai, em ação de graças a Santíssima Trindade, pelos favores e graças concedidos a Santa Teresa de Lisieux, durante seus 24 anos de vida terrena. Pediu o Padre a Santa um sinal de que sua novena seria ouvida, e esse sinal seria receber de alguém uma rosa fresca e desabrochada. No terceiro dia da novena, uma pessoa amiga procurava o Padre Putigan e lhe oferece uma linda rosa vermelha.



No dia 24 do mesmo mês, o padre começou uma segunda novena e pediu uma rosa branca. No quarto dia da novena, uma irmã, enfermeira do hospital, trouxe uma linda rosa branca, dizendo: "Aqui está uma rosa que Santa Teresa envia a vossa Revma".



Surpreendido, perguntou o Padre:



- Donde vem esta rosa?



-Fui até a capela onde se encontrava adornada uma belíssima imagem de Santa Teresa, diz a freira, e, ao me aproximar-me da imagem caiu aos meus pés esta rosa. Quis colocá-la de novo na jarra, mas lembrei-me de trazê-la a V. Revma.



O padre Putigan, alcançadas as graças pedidas na novena, resolveu propagá-la formando uma cruzada de orações em honra de Santa Teresa do Menino Jesus.



Assim do dia 9 ao dia 17 de cada mês, todas as pessoas que desejarem fazer a novena dos 24 glória-ao-Pai unem se as suas intenções às das pessoas que, na mesma época, fazem a dita novena, e dessa forma cria-se uma bela comunhão de orações.



Novena:



+ Em nome do Pai, do filho, e do Espírito Santo. Amém.



Oração: Santíssima Trindade, Pai, Filho, Espírito Santo, eu vos agradeço todos os favores, todas as graças com que enriquecestes a alma de vossa serva Santa Teresa do Menino Jesus, durante os 24 anos que passou pela terra. Pelo méritos de tão querida santinha, concedei-me a graça que ardentemente vos peço (fazer o pedido), se for conforme a vossa santíssima vontade e para a salvação de minha alma.



Rezam-se em seguidas os 24 Glórias-ao-Pai acrescentando a cada glória a Jaculatória:


Santa Teresinha do Menino Jesus, Rogai por nós!

Comentários