sexta-feira, 1 de junho de 2012

SEXTA-FEIRA DAS TÊMPORAS DE PENTECOSTES

Elias, O Profeta


"O dom da piedade imprime-nos na alma a inclinação e facilidade de honrarmos a Deus como Pai e esperarmos nele com amor e confiança de filhos" (Pe. Meschler).

A estação de hoje tinha outrora lugar no santuário dos Doze Apóstolos. A abundância dos frutos da terra, que a Igreja implora no princípio da nova estação, é bem figura da chuva de mercês espirituais que o Espírito Santo derrama durante estes três dias nas almas dos fiéis.

As curas prodigiosas relatadas no Evangelho e nos Atos dos Apóstolos são provas das constantes intervenções de Deus, que não cessa de procurar por todos os meios a salvação daqueles por quem entregou à morte o próprio Filho.

Epístola

Leitura do profeta Joel (2,13-24 e 26-27): Eis o que diz o Senhor Deus:  Alegrai-vos, filhos de Sião, e rejubilai no Senhor, vosso Deus, porque ele vos dá as chuvas do outono no tempo oportuno, e faz cair chuvas copiosas sobre vós, as chuvas do outono e da primavera, como dantes. As eiras se encherão de trigo, os lagares transbordarão de vinho e de óleo novo. Comereis abundantemente e vos fartareis, e louvareis o nome do Senhor, vosso Deus, que fez maravilhas em vosso favor; e jamais meu povo será confundido. Sabereis então que estou no meio de Israel, que sou o Senhor, vosso Deus, e que não há outro. E jamais meu povo será confundido.
Continuação do Santo Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo Segundo São Lucas (5,17-26): Naquele tempo:
Um dia estava ele ensinando. Ao seu derredor estavam sentados fariseus e doutores da lei, vindos de todas as localidades da Galiléia, da Judéia e de Jerusalém. E o poder do Senhor fazia-o realizar várias curas.
Apareceram algumas pessoas trazendo num leito um homem paralítico; e procuravam introduzi-lo na casa e pô-lo diante dele.
Mas não achando por onde o introduzir, por causa da multidão, subiram ao telhado e por entre as telhas o arriaram com o leito ao meio da assembléia, diante de Jesus.
Vendo a fé que tinham, disse Jesus: Meu amigo, os teus pecados te são perdoados.
Então os escribas e os fariseus começaram a pensar e a dizer consigo mesmos: Quem é este homem que profere blasfêmias? Quem pode perdoar pecados senão unicamente Deus?
Jesus, porém, penetrando nos seus pensamentos, replicou-lhes: Que pensais nos vossos corações?
Que é mais fácil dizer: Perdoados te são os pecados; ou dizer: Levanta-te e anda?
Ora, para que saibais que o Filho do Homem tem na terra poder de perdoar pecados (disse ele ao paralítico), eu te ordeno: levanta-te, toma o teu leito e vai para tua casa.
No mesmo instante, levantou-se ele à vista deles, tomou o leito e partiu para casa, glorificando a Deus.
Todos ficaram transportados de entusiasmo e glorificavam a Deus; e tomados de temor, diziam: Hoje vimos coisas maravilhosas.

Lefebvre, Dom Gaspar. Missal Quotidiano e Vesperal. Bruges, Bélgica; Abadia de S. André, 1960

Nenhum comentário: