21 de Abril – Santo Anselmo, Bispo, Confessor e Doutor

Nasceu em Aosta, Piedmont, Itália em 1033 filho de nobre italiano. Devotou a juventude aos estudos e era muito piedoso. Anselmo desejava entrar para a vida religiosa mas o pai não permitia. Após a morte de sua mãe Anselmo discutiu com o pai, fugiu para a França e tornou-se um monge beneditino no Monastério de em Bec na Normandia Estudou e sucedeu Lanfranc como Abade do Monastério. Era um escritor teológico de notável sabedoria e foi indicado Arcebispo de Canterbury. Foi conselheiro do Papa Gregório VII, do Papa Urbano II e do Rei Willian. Era obstinado opositor da escravidão e conseguiu a promulgação de leis que proibiam a venda de homens na Inglaterra. Opôs ao Rei Willian Rufus pela independência da Igreja e foi exilado. Revolveu dúvidas teológicas entre os bispos Italianos e gregos no Concílio de Bari em 1098. Era um forte defensor do celibato no clero. O rei Henry I o convidou para retornar a Inglaterra, mas disputas sobre a investidura fizeram com que ele se exilasse novamente e só voltou em 1106.

Foi o primeiro a incorporar o racionalismo de Aristóteles na teologia. Anselmo escreveu sobre a existência de Deus no seu "Monologium e Proslogium"onde ele deduzia e existência de Deus da noção humana de um ser perfeito, pensamento que influenciou grandes pensadores como Duns Soctus, Descartes e Hegel.

Seu trabalho "Cur Deus Homo?" foi o mais proeminente tratado sobre a Encarnação de Jesus jamais escrito. Nesse trabalho ele tenta explicar porque Deus foi obrigado a se tornar homem em Jesus. Anselmo argumentava que se Deus desejasse meramente perdoar os pecados do homem Sua misericórdia teria se conflitado com Sua justiça. Para reconciliar misericórdia e justiça era necessário um oferecimento maior que a desobediência do homem. Somente Deus poderia fazer este oferecimento, mas somente o homem deveria faze-lo, assim somente o Deus-homem-Jesus poderia fazer, como realmente O fez na Cruz.

Anselmo se situa entre Santo Agostinho e Santo Tomas de Aquino e é chamado ‘O Pai do Escolasticismo". Ele preferia defender a fé pelas razões intelectuais do que pelos argumentos das Escrituras.

Sem dúvida um dos grandes filósofos e teólogos da Idade Média. Faleceu em 21 de abril de 1109 em Canterbury, Inglaterra e seu túmulo se tornou local de peregrinação e vários milagres foram a creditados a sua intercessão. Por isso suas relíquias foram colocadas em um Santuário na Catedral de Canterbury onde se encontram até hoje. Foi canonizado pelo Papa Alexandre IV em 1492 e indicado Doutor da Igreja em 1720 pelo Papa Clemente XI.

Na arte litúrgica da Igreja, Santo Anselmo é mostrado como um Arcebispo, ou 2)chamando a atenção de um homem mau, ou 3)com Nossa Senhora e o Divino Infante aparecendo para ele, ou 4) exorcizando um monge, ou 5)com um navio.

Ele é muito venerado em Aosta e Turim.

Sua festa é celebrada no dia 21 de abril

Famosa Oração de São Anselmo;

" Oh meu Senhor e meu Deus
nos dê a graça de desejar a Vós com todo nosso coração
Porque desejando-O , iremos procura-Lo
Procurando-O , iremos encontra-Lo
Encontrando- O, iremos ama-Lo ,
Amando- O, iremos odiar aqueles pecados
que Vós nos redimistes na Cruz ".

Fonte: (http://www.cademeusanto.com.br/santo_anselmo_canterbury.htm

Comentários