Nossa Senhora do Sábado - Aparição de Nossa Senhora em Roma

Onde aconteceu: Na Itália.

Quando: Em 1842.

A quem: Ao Judeu Alfonso Maria Ratisbone.

A História. O judeu e a medalha miraculosa.

Um dos fatos marcantes da história religiosa do século XIX foi a aparição de Nossa Senhora a um judeu e sua retumbante conversão ao catolicismo.

Existia na família Ratisbone, de origem judaica, dois filhos situados em pontos extremos quanto a espiritualidade, ou seja, a fé. Um deles era Sacerdote da Igreja Católica e o outro chamado, note bem o nome, Alfonso Maria era anti-cristão e anti-católico; os detestava.

Alfonso Maria Ratisbone era um jovem banqueiro rico de família israelita natural de Estrasburgo, nascido em 1814.

No dia 20 de janeiro de 1842, em viagem turística a Roma, Ratisbone cruzou o caminho do barão de Bussiéres, um francês que fora protestante, mas posteriormente se converteu ao catolicismo. Ele acreditava que sua missão era converter ao catolicismo todos que cruzassem seu caminho.

Ele e Ratisbone se tornaram amigos, mas o sarcasmo e a blasfêmia de Ratisbonne o irritava grandemente. O barão fez uma prova a Ratisbone, de que ele não ousaria usar a medalha milagrosa, e, concomitantemente, o barão lhe recomendou dizer a prece específica todo dia. Isso deixou Ratisbone bem furioso, mas o barão insistiu. Ratisbone colocou a medalha em torno do pescoço e zombando disse: "agora sou católico".

Vejamos agora o que fez a amorosa Mãe da Misericórdia, que não quer perder nenhum de seus filhos: Narra o fato o próprio Afonso

Um dia, enquanto caminhava pela Igreja de Santo Adrea delle Fratte em Roma, a espera do amigo, senti uma perturbação, depois tudo ficou escuro, com exceção de uma capela lateral da Igreja; parecia que todas as luzes tinham se concentrado nessa. Levantei os olhos para a capela e vi sobre o altar, em pé, viva e majestosa, envolta em luz, belíssima e cheia de Misericórdia, a bela Mãe de DEUS, a Virgem MARIA como se mostra na Medalha Milagrosa. Caí de joelhos e não pude levantar os olhos diante do seu esplendor. Fixei, então, o olhar sobre suas Mãos e vi nessas a expressão do perdão e da Misericórdia. com essas mesmas Mãos fez sinal para ficar de joelhos, mas uma força irresistível me atraía para ELA.

Na sua presença ainda que ELA não me tenha dito nada, entendi a deformidade do pecado, do estado que me encontrava e a beleza da religião Católica; entendi tudo num instante.

Observemos agora o efeito imediato de tão grande graça: Após dez dias nessa mesma Igreja da aparição de Nossa Senhora, Afonso Maria Rabistone, foi batizado pelo Cardeal Patriyi. Passados mais algum tempo em 1847 torna-se sacerdote, e viajando em seguida para a Palestina, coma missão de buscar a conversão dos israelitas.

Já como padre declarava:

"Eu vos dou meu segredo: Conto tudo para a Virgem, tudo o que pode me atormentar e inquietar, depois deixo ELA fazer".

Também não cansava de afirmar a sua vontade de partir desse mundo para poder reencontrar-se logo com a Virgem MARIA, tanto era a vontade de revê-La; a belíssima Senhora.

Fonte: http://www.derradeirasgracas.com/4.%20Aparições%20de%20N%20Senhora/Nossa%20Senhora%20em%20Roma..htm

Comentários